Blog

Dor aguda de coluna? Pode ser hérnia de disco

Em posts passados falamos sobre a dor crônica e os tratamentos que existem para o controle da dor. Hoje o tema será Hérnia de Disco, uma condição caracterizada por Dor Aguda, muitas vezes incapacitante. Se não tratar a hérnia simples, ela poderá desenvolver para outros estágios com consequências maiores.

Qual a diferença entre dor aguda e dor crônica?

 

De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde, cerca de 30% da população mundial sofre com algum tipo de dor crônica. Entre elas estão as que atingem a região lombar, as articulações, a face, a boca, o pescoço.

As dores de cabeça em geral e as enxaquecas também são frequentes. Em todos os casos, a qualidade de vida pode ser gravemente impactada.

A dor passa a ser uma companheira da pessoa, e muitas vezes a impede de realizar atividades cotidianas, além de interferir em questões orgânicas, há componentes psicológicos que podem ser determinantes no surgimento e na manutenção daquela dor.

Por isso, no artigo de hoje, vou te explicar como diferenciar a dor aguda da dor crônica e falar da importância de um tratamento humanizado e especializado no manejo da dor.

Cada paciente percebe a dor de uma forma, ela não é igual para duas pessoas. Um tratamento pode funcionar bem para um paciente, mas não fazer efeito em outro. Ao paciente, cabe saber diferenciar a dor crônica, que pode ser a própria doença a ser tratada, da dor aguda, que é o sintoma de uma doença.

Dores na região do pescoço: como lidar?

Rotina de trabalho estressante, congestionamentos no trânsito, problemas e preocupações diárias. Posso apostar que você também já sentiu pulsar a tensão nos ombros e dores no pescoço após um dia cheio.

É comum ter dores ou sentir uma rigidez nessa região de vez em quando.

Às vezes, a dor no pescoço também pode ser causada por lesões causadas por uma queda, esportes de contato ou movimentos bruscos. Na maioria dos casos, não é uma condição séria e costuma passar dentro de alguns dias.

Entretanto, essa pressão que muitas vezes sentimos pode não ser apenas fruto do cansaço e do desgaste físico e/ou mental, mas também de outros problemas mais sérios.

Por isso, no artigo de hoje, vou falar um pouco sobre como lidar com as dores no pescoço e como resolvê-las.

O que é a fibromialgia e como tratar?

A fibromialgia é uma doença silenciosa e não detectável em exames laboratoriais. Por causa disso, muitas vezes o portador sofre em dobro: além de sofrer com as dores em todo o corpo, também sofre com a descrença e desconfiança de quem está ao seu redor, que, não raro, duvidam da legitimidade da condição. Sim, é triste mas isso realmente acontece com frequência, há muitas pessoas que duvidam que os sintomas sejam verdadeiros, mas isso não invalida quem sofre com fibromialgia.